Misericórdia Divina, eu confio em vós !

 

Misericórdia divina, que brota do seio do Pai, eu confio em ti.

Misericórdia divina, o maior atributo de Deus, eu confio em ti.

Misericórdia divina, mistério inconcebível, eu confio em ti.

Misericórdia divina, fonte que brota do mistério da Trindade santa, eu confio em ti.

Misericórdia divina, insondável a todo o espírito humano ou angélico, eu confio em ti.

Misericórdia divina, donde emana a vida e a felicidade, eu confio em ti.

Misericórdia divina, acima dos céus, eu confio em ti.

Misericórdia divina, manancial de milagres e de maravilhas, eu confio em ti.

Misericórdia divina, que envolves todo o universo, eu confio em ti.

Misericórdia divina, que vieste ao mundo na pessoa do Verbo incarnado, eu confio em ti.

Misericórdia divina, que escorres da ferida aberta do Coração de Jesus, eu confio em ti.

Misericórdia divina, contida no Coração de Jesus para nós e particularmente para os pecadores, eu confio em ti.

Misericórdia divina, insondável na instituição da santa Eucaristia, eu confio em ti.

Misericórdia divina, que fundaste a santa Igreja, eu confio em ti.

Misericórdia divina, no sacramento do santo Baptismo, eu confio em ti.

Misericórdia divina, nossa justificação por Jesus Cristo, eu confio em ti.

 

Consagração a São Miguel Arcanjo

Ó Príncipe nobilíssimo dos Anjos, valoroso guerreiro do Altíssimo, zeloso defensor da glória do Senhor, terror do espíritos rebeldes, amor e delícia de todos os Anjos justos, meu diletíssimo Arcanjo São Miguel, desejando eu fazer parte do número dos vossos devotos e servos, a vós hoje me consagro, me dou e me ofereço e ponho-me a mim próprio, a minha família e tudo o que me pertence, debaixo da vossa poderosíssima proteção.

É pequena a oferta do meu serviço, sendo como sou um miserável pecador, mas vós engrandecereis o afeto do meu coração; recordai-vos que de hoje em diante estou debaixo do vosso sustento e deveis assistir-me em toda a minha vida e obter-me o perdão dos meus muitos e graves pecados, a graça da amar a Deus de todo coração, ao meu querido Salvador Jesus Cristo e a minha Mãe Maria Santíssima, obtende-me aqueles auxílios que me são necessários para obter a coroa da eterna glória.

Defendei-me dos inimigos da alma, especialmente na hora da morte. Vinde, ó príncipe gloriosíssimo, assistir-me na última luta e com a vossa alma poderosa lançai para longe, precipitando nos abismos do inferno, aquele anjo quebrador de promessas e soberbo que um dia prostrastes no combate no Céu.

São Miguel Arcanjo, defendei-nos no combate para que não pereçamos no supremo juízo. Amém.

 

São Miguel, Protetor da Igreja Católica

 

 

Nos os fins do século V, quando na cadeira de São Pedro regia a Igreja o Papa São Gelásio, um pastor que apascentava uma manada de vacas no alto do Monte Gargano, na Itália, província da Apúlia, querendo obrigar um novilho a sair de uma caverna onde se refugiara, desferiu lá dentro uma flecha, a qual retrocedeu com a mesma velocidade,vindo ferir quem a lançara.

Este fato causou admiração nos que presenciaram este acontecimento e a notícia foi longe e chegou também aos ouvidos do Bispo de Siponto, cidade que ficava no sopé da montanha.

Julgou ele tratar-se de algum misterioso sinal da parte de DEUS e ordenou um jejum de três dias em toda a diocese, pedindo ao SENHOR se dignasse revelar-lhe do que se tratava. DEUS escutou as orações do Prelado e, passados três dias, apareceu-lhe o Arcanjo São Miguel declarando-lhe que o SENHOR queria que a ele. Anjo tutelar da Igreja, e aos outros Anjos, se edificasse naquela caverna, onde se manifestou o prodígio, uma igreja em sua honra, para reavivar a fé e a devoção dos fiéis no seu amor e proteção, como Anjo custódio da Igreja Católica.

Tendo o Bispo comunicado ao povo a visão que tivera e o que lhe fora pedido, foi ele próprio, com muita gente, observar o local. Encontraram uma caverna espaçosa em forma de templo, cavada na rocha, com uma fenda natural na abóbada, de onde jorrava a luz que a iluminava. Nada mais era preciso que pôr um altar-mor para celebrar os Divinos Mistérios. Levantado o altar, o Bispo consagrou-o. Todos os povos vizinhos acudiram para a cerimónia cheios de alegria e a festa durou vários dias.

Nunca mais até hoje se deixou de celebrar ali a Santa Missa, como também os outros ofícios litúrgicos,e DEUS consagra este lugar através dos séculos, com graças e milagres de toda a espécie, em favor dos que lá acorrem, doentes de corpo e alma, mostrando quanto Lhe é grata a devoção em honra do glorioso arcanjo São Miguel que defendeu, quando da revolta de lúcifer, a fidelidade ao DEUS Uno e Trino, soltando este grito: AMIGOS, QUEM E COMO DEUS?

O Santuário do glorioso Arcanjo na gruta do Monte Gargano, é considerado um dos mais célebres e devotos de todo o Mundo. A Igreja, para atestar este fato histórico, marcou para o Calendário Litúrgico Universal a Festa Comemorativa desta aparição, no dia 8 de maio. Esta festa foi obrigatória para toda a Igreja até à nova reforma litúrgica do Concílio Vaticano II.

Atualmente, só é obrigatória na diocese de origem e em alguns calendários particulares.

O Monte Gargano onde está este santuário, fica perto do convento de Nossa Senhora da Graça, onde viveu e morreu o célebre estigmatizado Padre Pio de Pietrelcina, falecido em odor de santidade e já canonizado

 

Ladainha de São Vicente de Paulo

 

Deus Pai misericordioso, tende piedade de nós!

Deus Filho, sacramento de amor, tende piedade de nós!

Deus, Espírito Santo, tende piedade de nós!

Santíssima Trindade, fonte de caridade, tende piedade de nós!

São Vicente, adorador do Pai, rogai por nós.

São Vicente de Paulo, seguidor de Jesus Cristo pobre e evangelizador dos pobres, rogai por nós.

São Vicente de Paulo, sempre atento às luzes do Espírito Santo, rogai por nós.

São Vicente de Paulo, fiel realizador da vontade de Deus e da Divina Providência, rogai por nós.

São Vicente de Paulo, que imitastes em vossa vida a humilde Virgem de Nazaré, rogai por nós.

São Vicente de Paulo, instrumento da paternal caridade de Deus, rogai por nós.

São Vicente de Paulo, patrono universal das obras de caridade e de promoção humana, rogai por nós.

São Vicente de Paulo, que por fidelidade e amor à Igrejatrabalhastes pela sua renovação, rogai por nós.

São Vicente de Paulo, que fizestes uma opção clara e decidida pelos pobres, rogai por nós.

São Vicente de Paulo, que amastes a Deus com a força dos braços e com o suor do rosto, rogai por nós.

São Vicente de Paulo, que dedicastes vossa vida a tornar efetivo o Evangelho, rogai por nós.

São Vicente de Paulo, que, em Chantillon, descobristes e organizastes o apostolado do leigo, rogai por nós.

São Vicente de Paulo, que fundastes a Congregação da Missão para honrar Jesus Cristo na evangelização dos pobres, rogai por nós.

São Vicente de Paulo, amigo e orientador de Luíza de Marillac, rogai por nós.

São Vicente de Paulo, que destes ao mundo a Companhia das Filhas da Caridade, rogai por nós.

São Vicente de Paulo, imitador da mansidão de São Francisco de Sales, rogai por nós.

São Vicente de Paulo, reformador do clero e da vida consagrada, rogai por nós.

São Vicente de Paulo, multiplicador das vocações e agentes de pastoral, rogai por nós.

São Vicente de Paulo, que soubestes, a partir dos pobres, evangelizar os poderosos e ricos, chamando-os à conversão, rogai por nós.

São Vicente de Paulo, que lestes os sinais dos tempos, como palavra de Deus, rogai por nós.

São Vicente de Paulo, que fizestes da própria vida um contínuo processo de conversão, rogai por nós.

São Vicente de Paulo, “gigante da caridade”, rogai por nós.

São Vicente de Paulo, “arauto da ternura e da misericórdia de Deus”, rogai por nós.

São Vicente de Paulo, exemplo de fé viva e de esperança dinâmica, rogai por nós.

São Vicente de Paulo, exemplo de amor e justiça, rogai por nós.

Cordeiro de Deus, que tirais o pecado do mundo, perdoai-nos Senhor!

Cordeiro de Deus, que tirais o pecado do mundo, ouvi-nos Senhor!

Cordeiro de Deus, que tirais o pecado do mundo, tende piedade de nós!

Oração

Pai misericordioso, que nos destes Jesus Cristo, o evangelizador dos pobres, pela força do Espírito Santo, ajudai-nos a sermos dignos filhos e seguidores de São Vicente de Paulo, entregando nossa vida à evangelização e promoção dos pobres, “nossos senhores e mestres”.

Isto vos pedimos por Jesus Cristo, pobre e missionário dos pobres. Amém!

 

 

 

Bispo santo – Padres fervorosos
Bispo fervoroso – Padres piedosos
Bispo piedoso – Padres tíbios
Bispo tíbio – Padres ímpios

Padre santo – fiéis fervorosos
Padre fervoroso – fiéis piedosos
Padre piedoso – Padres tíbios
 Padre tíbio
– fiéis impíos

 

A nossa oração:  << São Cosme e São Damião,  Bispos mártires e santos da nossa Igreja, rogai pelos Bispos do mundo inteiro para que permaneçam  Fiéis ao Evangelho de Cristo >> 

 

Deus não precisa de vasos de ouro, mas de almas que sejam de ouro !

 

<< Queres honrar o Corpo de Cristo? Então não O desprezes nos seus membros, isto é, nos pobres que não têm que vestir, nem O honres no templo com vestes de seda, enquanto O abandonas lá fora ao frio e à nudez. Aquele que disse: «Isto é o Meu Corpo» (Mt 26, 26), e o realizou ao dizê-lo, é o mesmo que disse: «Porque tive fome e não Me destes de comer» (cf. Mt 25, 35); e também: «Sempre que deixastes de fazer isto a um destes pequeninos, foi a Mim que o deixastes de fazer» (Mt 25, 42.45). Aqui, o corpo de Cristo não necessita de vestes, mas de almas puras; além, necessita de muitos desvelos. […] Deus não precisa de vasos de ouro, mas de almas que sejam de ouro.

Não vos digo isto para vos impedir de fazer doações religiosas, mas defendo que simultaneamente, e mesmo antes, se deve dar esmola. […] Que proveito resulta de a mesa de Cristo estar coberta de taças de ouro, se Ele morre de fome na pessoa dos pobres? Sacia primeiro o faminto, e depois adornarás o Seu altar com o que sobrar. Fazes um cálice de ouro e não dás «um copo de água fresca»? (Mt 10, 42). […] Pensa que se trata de Cristo, que é Ele que parte errante, estrangeiro, sem abrigo; e tu, que não O acolheste, ornamentas a calçada, as paredes e os capiteis das colunas, prendes com correntes de prata as lâmpadas, e a Ele, que está preso com grilhões no cárcere, nem sequer vais visitá-Lo? […] Não te digo isto para te impedir de tal generosidade, mas exorto-te a que a acompanhes ou a faças preceder de outros actos de beneficência. […] Por conseguinte, enquanto adornas a casa do Senhor, não deixes o teu irmão na miséria, pois ele é um templo e de todos o mais precioso. >>

São João Crisóstomo

Bênção Sacerdotal do Pe. Pio !

 

<< Que Jesus e Maria sejam sempre louvados !

Jesus nos disse no Evangelho que o prêmio é destinado não a quem começa bem, nem a quem continua no caminho do bem por um certo tempo, mas a quem persevera até o fim. Portanto, quem começou, procure perseverar sempre melhor. Quem está prosseguindo, procure chegar até o fim. E, quem desgraçadamente não começou ainda, ponha-se no caminho correto.

 Esforcemo-nos todos em perseverar. Sei que é uma tarefa bastante difícil. Porém, com o exemplo dos santos e com o auxílio da Virgem Santíssima, a graça de Deus, que está sempre pronta para quem a procura, nunca nos faltará. Por isso, revistamo-nos de constância, de paciência e de perseverança. E, então, se verificará em nós aquilo que o próprio Jesus nos disse no Evangelho: “Aquele que persevera até o fim, esse se salvará!”

Desejo a todos uma boa noite, cheia de graças e de bênçãos. E uma benção muito especial não somente a vocês, mas a todos aqueles que estão nos seus corações; especialmente às suas famílias e as pessoas a quem vocês querem bem. Mas, de modo especial, uma benção aos pobres doentes e aos sofredores. Que o Senhor infunda neles coragem e perseverança, e lhes dê saúde.

Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. Amém. Que Jesus e Maria sejam sempre louvados! >> 

Santo Padre Pio