Bênção Sacerdotal do Pe. Pio !

 

<< Que Jesus e Maria sejam sempre louvados !

Jesus nos disse no Evangelho que o prêmio é destinado não a quem começa bem, nem a quem continua no caminho do bem por um certo tempo, mas a quem persevera até o fim. Portanto, quem começou, procure perseverar sempre melhor. Quem está prosseguindo, procure chegar até o fim. E, quem desgraçadamente não começou ainda, ponha-se no caminho correto.

 Esforcemo-nos todos em perseverar. Sei que é uma tarefa bastante difícil. Porém, com o exemplo dos santos e com o auxílio da Virgem Santíssima, a graça de Deus, que está sempre pronta para quem a procura, nunca nos faltará. Por isso, revistamo-nos de constância, de paciência e de perseverança. E, então, se verificará em nós aquilo que o próprio Jesus nos disse no Evangelho: “Aquele que persevera até o fim, esse se salvará!”

Desejo a todos uma boa noite, cheia de graças e de bênçãos. E uma benção muito especial não somente a vocês, mas a todos aqueles que estão nos seus corações; especialmente às suas famílias e as pessoas a quem vocês querem bem. Mas, de modo especial, uma benção aos pobres doentes e aos sofredores. Que o Senhor infunda neles coragem e perseverança, e lhes dê saúde.

Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. Amém. Que Jesus e Maria sejam sempre louvados! >> 

Santo Padre Pio  

Anúncios

Eu te associo à minha Paixão !

 

Em 15 de junho de 1921, por volta das 17 horas, interrogado pelo seu  bispo, o Padre Pio respondeu assim:  <<  Em 20 de setembro de 1918, depois da celebração da Missa, ao entreter-me para fazer a ação de graças no Coro, em um momento fui assaltado por um grande tremor, depois voltei para a calma e vi NS (Nosso Senhor) com a postura de quem está na cruz. >>

 O Padre Pio revela, portanto, que a estigmatização não foi resultado de um pedido seu, mas um convite do Senhor, que, lamentando-se da ingratidão dos homens, particularmente dos consagrados – os seus Sacerdotes e Religiosos –  tornava-o destinatário de uma missão, como cume de um caminho de preparação interior e mística.

 << Não teria me impressionado se tivesse a Cruz, lamentando-se da falta de correspondência dos homens, especialmente dos consagrados a Ele e, por isso, mais favorecidos. >>

<< Assim – continua seu relato – se manifestava que ele sofria e que desejava associar as almas à sua Paixão. Convidava-me a compenetrar-me com suas dores e a meditá-las: ao mesmo tempo, a ocupar-me da saúde dos irmãos. Imediatamente me senti cheio de compaixão pelas dores do Senhor e lhe perguntava o que podia fazer. >>

“Ouvi esta voz: << Eu te associo á minha Paixão’. E logo depois, desaparecida a visão, voltei a mim, recobrei a razão e vi estes sinais aqui, dos quais pingava sangue. Antes não tinha nada. >>

O Padre Pio relatou que em uma aparição, no dia 7 de abril de 1913, Jesus, com  << uma grande expressão de desgosto no rosto >>, olhando para uma multidão de Sacerdotes, disse-lhe:  << Eu estarei em agonia até o fim do mundo, por causa das almas mais beneficiadas por mim.  >>

Oração a Padre Pio

                                    <<   Ó Cristo Jesus, fonte de amor e misericórdia, nós vos agradecemos por nos terdes dado Padre Pio como sinal vivo de vossa paixão, morte e ressurreição. Com as chagas em seu corpo e a serenidade em seu rosto, comunicastes ao mundo a compaixão pela humanidade.

Animados pela alegria da fé, exultamos porque a Igreja o eleva à honra dos altares, confirmando que vós sois a fonte da santidade para todos os batizados em todos os tempos. Ajudai-nos a viver como cristãos, a vida de cada dia.
E que, por intercessão de Padre Pio, possamos alcançar as graças de que necessitamos para realizar neste mundo a nossa vocação e a nossa missão. Amém!
 
>>

Pai nosso… Ave Maria… Glória…