Nossa Senhora de Fátima, a Mulher Vestida de Sol

 

 

 

“Em outubro direi quem sou, o que quero, e farei um Milagre, que todos hão de ver para acreditarem” [13 de junho de 1917]

E de fato no dia 13 de Outubro esta Promessa de Nossa de Fátima dada aos Pastorzinhos acontece:

Lúcia, a mais velha dos três pastorinhos, revelou em suas Memórias as visões extraordinárias que teve enquanto Nossa Senhora comandava o Milagre do Sol no céu de Fátima.

Diz a Irmã Lúcia:

“E abrindo as mãos, Nossa Senhora projetou feixes de luz que refletiram no Sol. E enquanto se elevava da azinheira para o Céu, continuava o reflexo da Sua própria luz a projetar-se no Sol.”

“Então, eu gritei:

“Olhem, olhem para o Sol!”

“O meu fim não era chamar para si a atenção do povo, pois que nem sequer me dava conta da sua própria presença. Fi-lo apenas levada por um movimento interior que a isso me impeliu.”

Naquele exato momento “as nuvens desapareceram num instante, a chuva terminou e apareceu o sol que tinha uma cor prateada e não cegava”.

E então, começaram as duas manifestações sobrenaturais distintas: a dos pastorinhos e aquela da multidão que foi apresentada acima.

Lúcia continua a descrever:

– “Desaparecida Nossa Senhora na imensa distância do firmamento, vimos, ao lado do Sol, São José com o Menino Jesus e Nossa Senhora vestida de branco, com um manto azul. São José com o Menino Jesus pareciam abençoar o Mundo com uns gestos que faziam com a mão em forma de cruz.

“Pouco depois, desvanecida esta aparição, vi Nosso Senhor e Nossa Senhora que me dava a idéia de ser Nossa Senhora das Dores. Nosso Senhor parecia abençoar o Mundo da mesma forma que São José. Desvaneceu-se esta aparição e pareceu-me ver ainda Nossa Senhora em forma semelhante a Nossa Senhora do Carmo.“

Uma enorme quantidade de depoimentos de testemunhas do Milagre do Sol, relatando os mesmos acontecimentos, ajudam a comprovar a veracidade do epidódio.

“Era como um disco de vidro fosco iluminado por detrás e girando sobre si mesmo, dando a impressão que estava caindo sobre nossas cabeças.”

(Sr. Mario Godinho, que não acreditava nas aparições de Fátima até o dia do Milagre)

“Olhei fixamente para o sol que parecia pálido, não feria meus olhos. Parecendo uma bola de neve, ele girava sobre si mesmo; de repente pareceu cair em ziguezague.”

(Pe. Joaquim Lourenço, que decidiu pelo sacerdócio após a experiência)

“O sol começou a rodar em círculos de todas as cores. Era como uma roda de fogos de artifício, caindo sobre o chão.”

(Sra. Maria Celeste da Câmara e Vasconcelos, um exemplo de que o Milagre impressionou pessoas de todas as classes sociais)

“Olhei para o sol e o vi girando como um disco, rolando sobre si mesmo. Vi as pessoas mudando de cor, tomando as cores do arco-íris.”

(Sr. Antonio Antunes de Oliveira, que após o Milagre passou a visitar mensalmente o vilarejo de Fátima)

“Até nossas roupas tinham secado. Não sentimos absolutamente nada. As roupas estavam secas e pareciam que tinham acabado de vir da lavanderia. Pensei: ou estou louco ou isto foi um milagre, um verdadeiro milagre.”

(Sr. Dominic Reis, a riqueza de seu relato fez dele uma das principais fontes testemunhais)

“Minha roupa estava molhada e então, sem me dar conta, ficou seca.”

(Sr. Joaquim Vicente, que como grande parte da multidão presente achou que o mundo fosse acabar)

“Presenciei também quatro curas no lugar das aparições: duas de tuberculose, uma de uma moça de Lisboa e a outra de Alfarelos; e duas aleijadas.”

(Sra. Maria do Carmo Menezes, que se impressionou com a conviccão das crianças sobre a promessa de Nossa Senhora)

“Não conheço ninguém que dissesse não ter visto.”

(Sr. João Carreira, que assistiu ao Milagre ao lado dos três pastorinhos)

“Nunca soube que alguém não tivesse visto nada. Elas não poderiam não ver, a menos que não quissessem olhar o fenômeno.”

(Sr. José Joaquim de Assunção, mais uma entre as milhares de testemunhas que eram descrentes até o dia do Milagre)

Esta foto foi tirada no instante do Milagre do Sol, e publicada no jornal português “O seculo”, de 15 de outubro de 1917, dois dias após o Milagre do Sol.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: