Beata Jacinta Marmo e a nossa conversão !

 

 

Faz hoje 90 anos que faleceu, em Lisboa, no Hospital de D. Estefânia, após 1 ano e meio de sofrimento, a mais nova dos “3 Pastorinhos de Fátima”, Jacinta, vítima da epidemia bronco-pneumónica que a afectou a ela e a toda a família, incluindo seu irmão Francisco, em Outubro de 1918.

Jacinta Marto nasceu a 11 de Março de 1910, em Alju…strel. Era irmã de Francisco Marto. Este com 8 anos e a irmã com 7 foram, a par de sua prima Lúcia de Jesus Santos (1907-2005), então mais velha, com 10 anos completos, testemunhas de 3 Aparições do Anjo, e das seis aparições de Nossa Senhora em Fátima, na Cova da Iria.

Nossa Senhora apareceu isoladamente a Jacinta, até à sua morte em 1920, existindo em Fátima, uma Igreja erguida devido a essas Aparições, e que é conhecida pela “Igreja da Jacinta”, que fica à saída de Fátima, quando se vai para Ourém.

A Jacinta também é atribuída a “visão do Santo Padre, rezando a Nossa Senhora…”, Santo Padre que viria a ser o Papa Pio XII que consagrou o mundo ao Imaculado Coração de Maria, em 1942, aquando da 2ª. Guerra Mundial.

Ela e Francisco eram os mais novos de sete irmãos e dois meios-irmãos. Eram pobres, embora sem sentirem dificuldades como outras muitas famílias da região. Os pais eram lavradores, os mais pequenos pastoreavam entre as colinas e olivais da região de Fátima e Ourém. Jacinta ainda foi à escola, embora sem ter podido continuar os estudos. Denunciavam a timidez das crianças pobres e entregues ao quotidiano solitário por entre montes e arbustos com o gado. Jacinta era uma criança vivaça e muito curiosa, de vida cristã.

Esteve em todas as aparições entre 13 de Maio e 13 de Outubro de 1917. Todas estas se sucederam em Fátima, na Cova da Iria, à excepção da de 13 de Agosto, quando os três videntes se encontravam em Vila Nova de Ourém, onde estavam detidos pelas autoridades, que mantiveram, entre 13 e 16 de Agosto, Jacinta, Francisco e Lúcia sobre interrogatórios acerca dos segredos revelados por Nossa Senhora, nada obtendo, todavia, da boca das crianças, que foram sujeitas a várias torturas de confissão.

Por esse facto a Aparição de Agosto deu-se então no lugar dos Valinhos, não a 13 mas a 19 desse mês.

A vida de Jacinta nunca mais se desassociou das Aparições de Fátima, a última das quais se deu em 13 de Outubro de 1917, com o célebre “Milagre do Sol”, pedido por Lúcia a Nossa Senhora e presenciado por inúmeras pessoas que acorreram a Fátima para o presenciar.

Quando faleceu, foi sepultada no sepulcro da família do Barão de Alvaiázere no cemitério de Vila Nova de Ourém, onde esteve até 12 de Setembro de 1935, data em que foi trasladada para um jazigo no cemitério de Fátima, onde ficou junto de seu irmão 0rancisco. Aquando da abertura do caixão no cemitério de Ourém, verificou-se que o seu corpo se encontrava incorrupto, tendo sido confirmado esse facto, presencialmente, pelo Pe. Dr. Luis Fischer, conforme fotos existentes e documentos escritos. Igualmente, em 1 de Maio de 1951, aquando da trasladação dos seus restos mortais para o novo sepulcro na Basílica da Cova da Iria, se procedeu à abertura do caixão, tendo sido novamente verificado que o seu corpo se mantinha incorrupto.

Em 1949 foi iniciado o seu processo de beatificação, conjuntamente com o de seu irmão, tendo sido confirmados em 1998 como “Veneráveis”. A 13 de Maio do ano de 2000, precisamente em Fátima, em cerimónia expressamente presidida por Sua Santidade, o papa João Paulo II, foram finalmente beatificados.

Beata Jacinta rogai por nós pecadores, Avé Maria, Cheia de Graça

 

Fonte:  José Vieira  – Portugal
 
 
 
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: